sexta-feira, 16 de novembro de 2012

O lugar



Eu preciso ir a um lugar!
Um lugar sem tempo ou existência de redor
O ambiente fantástico em minha mente
Onde árvores, brisa e limpidez se fazem ressaltar
Onde sonhos naqueles vales, se tornam vivos em seu melhor
E onde a minha alma se faz purificar

Quando fico triste, me transporto àqueles campos
Pois sensatez, flores e alegria ali possuem lar
No horizonte, seus arco- ires  resolvem meus dilemas
Se  extinguem dores, temores e outros tantos
Meus olhos de nitidez, àqueles rios, a tudo a amar
É quando me sinto um deus... é quando não caio em prantos

Quem foi que disse que estou sonhando?
Nem é preciso coordenadas pra chegar a esse mundo!
Lá tudo é pronto e adequado a meu  favor
A moça de olhos sensíveis está lá me esperando!
O amor que não tive aqui, lá se esbanja e é profundo
De sinceridade e simpatia, lá estarei me esbaldando

Não quero mais aqui viver
Quero doar carinho e gentileza
Fabricar paixões, desejos e ousadias
Inventar amores poéticos ao amanhecer
Convencer a moça a merecer usufruir de sua beleza
Correr e sorrir pelos campos até me perder
  
Autor: (Valdeci Silva) 26/10/2009

Um comentário:

  1. Gosto muito de suas poesias. Vc escreve muito bem Valdeci, parabéns!

    ResponderExcluir